quinta-feira, 25 de julho de 2013

Resenha: Liberte Meu Coração


SINOPSE

Finnula é a caçula de seis irmãs e um irmão na Inglaterra do século XIII. Enquanto suas irmãs se contentam em fofocar sobre maridos, crianças e afazeres domésticos, Finnula é alvo de comentários maldosos de toda a vila por caçar nos terrenos do conde e por andar por aí em calças de couro justas! Mas de repente Finnula se vê envolvida numa complicação sem tamanho... Uma de suas irmãs acabou com o seu dote comprando vestidos e bugigangas, e a única forma em que as duas conseguem pensar para recuperar esse dinheiro é muito pouco usual... Sequestrar um lorde ou um cavaleiro rico que possa pagar um resgate! O que ela não esperava é que esse sequestro fosse criar mais problemas do que soluções: o cavaleiro recém-chegado das Cruzadas que é escolhido por Finnula vai acabar se mostrando alguém muito diferente do esperado, e a moça pode acabar tendo que abrir mão do resgate... e de seu coração.


RESENHA

Primeiro: como não amar os livros da Meg Cabot? Ela é minha escritora favorita e a forma como escreve deixa seus livros com uma leitura fácil e leve. Li a maior parte do livro em apenas um dia e deixei os dois últimos capítulos para ler duas semanas depois pois eu precisa terminar a série Beijada por um Anjo (logo terá resenha aqui no blog). 

Eu gostei muito do livro e recomendo bastante! Todos os personagens me cativaram de um modo único e o desenrolar da história é muito legal. Liberte meu Coração é um pouco clichê mas sem ser meloso. Tem seu toque de humor, suspense e romance sensual. Eu conseguia me imaginar dentro da história, os detalhes que ela coloca e os cenários que descreve é tão... real.

Os personagens são bem trabalhados e carismáticos, desde o primeiro momento eu já amei a Finnula, que se mostra uma moça bem diferente de todas as outras. Uma donzela sensível e frágil, mas corajosa, decidida e sem papas na língua. Ri até minha barriga doer com seu jeito indomável - e um tanto teimosa. Hugo também não fica para trás com seu jeito peculiar e provocador. Ele é um homem encantador que não perde a oportunidade de perturbar a bela Finn com suas provocações (e beijos).

No geral, eu me arrisco a dizer que o livro é perfeito para os amantes de romances históricos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário