quarta-feira, 3 de julho de 2013

Resenha - O Teorema Katherine


SINOPSE

Após seu mais recente e traumático pé na bunda - o décimo nono de sua ainda jovem vida, todos perpetrados por namoradas de nome Katherine - Colin Singleton resolve cair na estrada. Dirigindo o Rabecão de Satã, com seu caderninho de anotações no bolso e o melhor amigo no carona, o ex-criança prodígio, viciado em anagramas e PhD em levar o fora, descobre sua verdadeira missão: elaborar e comprovar o Teorema Fundamental da Previsibilidade das Katherines, que tornará possível antever, através da linguagem universal da matemática, o desfecho de qualquer relacionamento antes mesmo que as duas pessoas se conheçam. Uma descoberta que vai entrar para a história, vai vingar séculos de injusta vantagem entre Terminantes e Terminados e, enfim, elevará Colin Singleton diretamente ao distinto posto de gênio da humanidade. Também, é claro, vai ajudá-lo a reconquistar sua garota. Ou, pelo menos, é isso o que ele espera.


RESENHA

No exato momento em que estou escrevendo essa resenha, a leitura desse livro está fresquinha em minha mente. É aquela sensação de "preciso contar pra alguém". Quando li "A Culpa é das Estrelas", eu sabia que esse livro merecia uma chance. Aconteceu o mesmo: parecia monótono e previsível. Mas, quando eu menos esperava, já estava imaginando a história acontecendo, rindo, guardando as citações, esperando e tentando prever o próximo fato e falando com as personagens como se fossem me ouvir - e o pior, responder. É a leitura que possibilita um teorema e a matemática serem legais uma vez na vida. Você ainda duvida do quanto é mágica?

O término da Katherine XIX com Colin é um pontapé e tanto pra se desenrolar todo o livro, mas só vou liberar uma coisa: o livro não gira em torno de um Colin e de uma Katherine - ou dezenove, e é por isso que eu me surpreendi a cada página virada. Me sentia em movimento só pelo Rabecão de Satã estar sendo dirigido, aderi o código "badalhoca", tentei criar anagramas com as palavras, me peguei não querendo mais fechar o livro. Mas você vai precisar abri-lo pra saber quais são as surpresas, afinal, eu poderia até contar, mas não existe nada comparado com a sensação de entrar nas emoções de um livro. E eu garanto que, "O Teorema Katherine" é a mais pura aventura e loucura.

A capa é meiga e eu percebi isso da primeira vez que olhei para ela, mas ao longo da história, olhamos para ela com outros olhos e incrível mesmo é podermos decifrá-la. Sim, até a capa foi pensada com todo o cuidado e carinho. "O Teorema Katherine" é do jeitinho que eu gosto: recheado de significados por trás. De criatividade também, já que encontramos rodapés divertidos que exercem e muito bem a função de "achei que era igual a tudo o que tinha visto, mas eu nunca vi nada como isso antes". E cheguei a conclusão de que o livro é bem à la John Green mesmo, já que não é a primeira vez que existe um tema clichê pra gente imaginar o mais clichê possível, achando que sabe da história toda e no fim, procurar por um desfecho tanto quanto os personagens e acabar encarnando-os. Afinal, estamos vivendo aquilo, e o futuro é algo que não podemos prever. Aprendi isso com o próprio Colin Singleton.

7 comentários:

  1. Puxa! Adorei a resenha! Vc é superfofa e conseguiu transmitir bem suas impressões sobre o livro sem contar nada demais sobre a história propriamente dita, mt boa mesmo! Eu tbm faço algumas resenha no meu blog, se vc quiser dar uma olhadinha... Ficaria bem feliz! E também a gentepodia compartilhar idéias e resenhas se você quisesse é claro... hehe http://princesadoasfalto.blogspot.com.br/2013/03/li-e-gostei-menina-do-vale.html

    ResponderExcluir
  2. Puxa! Adorei a resenha! Vc é superfofa e conseguiu transmitir bem suas impressões sobre o livro sem contar nada demais sobre a história propriamente dita, mt boa mesmo! Eu tbm faço algumas resenha no meu blog, se vc quiser dar uma olhadinha... Ficaria bem feliz! E também a gentepodia compartilhar idéias e resenhas se você quisesse é claro... hehe http://princesadoasfalto.blogspot.com.br/2013/03/li-e-gostei-menina-do-vale.html

    ResponderExcluir
  3. @Suzie Muito obrigada! Fico feliz com os elogios... Vou dar uma olhada sim, pode deixar! Beijão! <3

    ResponderExcluir