terça-feira, 1 de outubro de 2013

Se arrependendo no presente mas conjugando no passado

Desculpa. Desculpa por mim, por você, por nós e por tudo. Você sabe como eu sou. Me conhece como ninguém e mesmo assim quis ficar comigo. Eu sabia que uma hora tu ia desistir mas não por você ser fraco e sim por eu ser eu. Ser toda do avesso cansa qualquer pessoa que tenta me entender. E de verdade mesmo? Nem sei porque elas tentam. Quem me dera eu mesma conseguir fazer isso.

Mas você era meio que minha ultima esperança, sabe? Tu era meu melhor amigo e o cara que disse “dane-se” pro mundo e deu a cara a tapa para ficar comigo. Leu todos os meus livros, escutou todas as minhas músicas e viu todos os meus textos. Suportou minhas crises, minhas recaídas e minhas noites de farra. Riu com minhas piadas, com minhas loucuras e com as reclamações de estar “gorda”. Escutou todos os meus desabafos, levou a sério meus conselhos (que eu sempre soube dar mas nunca soube seguir) e me ajudava com tudo. Você foi o único que por muito tempo tentou de verdade entender meu lado do avesso.

E eu te agradeço porque sei que não sou fácil. Não me julgue mas eu era assim mesmo: Toda louca, toda inocente e toda vadia. Tudo junto. Não ligava pra nada, não queria o amanhã e estava pouco se fodendo para as conseqüências. Pensei que você ia suportar para sempre todas as vezes que eu ficava bêbada em um boteco qualquer e depois ligava no meio da madrugada pedindo pra tu ir me buscar. Pensei mesmo. E pensei errado, não é? Tudo bem. Não me importo não. Semana que vem eu vou em um desses  bares de esquina te procurar. Porque ah meu bem, você podia ser minha válvula de escape mas eu era teu tudo e teu nada. Era a base do seu edifício, o pensamento sóbrio no meio de tanta coisa insana e o anjinho no seu ombro direito. Era não. Ainda sou. Sou para você o que você era para mim.


Você leu correto sim, a minha conjugação no passado condiz com a minha atual realidade. Ou com a atual realidade que meu coração tem sobre ti. 

3 comentários:

  1. Oi Yasmin
    Seu texto é muito lindo, adorei lê-lo. Parabéns, você leva muito jeito para escrever e agradar quem está do outro lado lendo.

    Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amo quando elogiam meus textos, fico agradecida por ter gostado. Volte sempre!

      Excluir
  2. Yasmin, adorei teu texto. É uma pena que algumas coisas não duram para sempre.

    Beijos.
    blog-virgula-e-aspas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir